VACINA COVID 19

22/07/2020

Ao todo, são 9 mil voluntários de seis estados brasileiros que serão monitorados durante três meses por um corpo científico. Entre os voluntários, metade vai receber duas doses do imunizante num intervalo de 14 dias. O restante, uma substância sem efeito. Foram recrutadas pessoas que cumpriram as seguintes exigências: ser profissional de saúde, não ter sido infectado com covid-19 e não estar grávida, no caso de mulheres. 

Os testes são uma parceria do Instituto Butantan e a farmacêutica chinesa Sinovac Life Science. Ontem, 20 mil doses chegaram a São Paulo em voo que partiu da China. As vacinas estão armazenadas no Instituto Butantan. 

O Brasil vai realizar o teste em escala, que é a terceira fase da pesquisa que se mostrou promissora em suas duas primeiras etapas. O governador João Doria (PSDB) enalteceu o trabalho. "Trata-se de um orgulho para São Paulo e para o Brasil a aplicação desta vacina", afirmou Doria.

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, foi na mesma linha e disse que é um "dia histórico". Os outros 12 centros começarão a aplicar a vacina na próxima semana. O cronograma estipula que até sexta algumas dezenas de voluntários receberão as doses e serão verificado se o procedimento teve resultado positivo.... - 

Os estados onde estão os 12 centros de pesquisa envolvidos no estudo clínico são: São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Distrito Federal. As pessoas que receberam a dose farão consultas regulares e haverá um contato telefônico regular para monitorar o estado de saúde. Os voluntários receberam um diário e há enfoque para descrever as sensações logo depois da aplicação da dose. Todos serão acompanhados por um ano..