IAMSPE

04/11/2020
    Texto atualizado em 15 de outubro de 2020

    Agora, você consegue calcular quanto vai perder com o Projeto de Lei 529/20, que foi aprovado esta semana pela Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp). O SindSaúde-SP, em parceria com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), está disponibilizando uma calculadora que aplica as novas regras de desconto referente ao Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe). O Projeto de Lei 529, de 2020, enviado pelo governador João Doria Jr. para Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), tem vários pontos que prejudicam as trabalhadoras e os trabalhadores do serviço público, entre eles o aumento do Iamspe. O desconto direto em folha de pagamento passará de 2% para 3% no caso de contribuintes e agregados com 59 anos ou mais. Além disso, os beneficiários deixam de ser isentos e passam a pagar 0,5% (quem tem menos de 59 anos) ou 1% (59 anos ou mais) cada.
    Fizemos o cálculo de um trabalhador real, que tem esposa (30 anos) e filha (4 anos) como beneficiárias e os pais (ambos com mais de 59 anos) como agregados; e que recebe salário de bruto de R$ 2.536,45, atualmente, ele tem descontado da folha R$ 142,48 referente ao Iamspe (sendo R$ 47,49 os 2% compulsórios somados R$ 94,99 dos agregados). Pela regra incluída no PL 529, esse mesmo trabalhador passará a pagar R$ 213,70. Um aumento de R$ 71,23. Em um mês, essa perda equivale de três a quatro pacotes de arroz (levando em consideração os altos preços atuais); e, em um ano, um aparelho celular novo. Faça aqui o seu cálculo (utilize as informações disponíveis em seu demonstrativo de pagamento):