Risco de surto de dengue nesse verão.

15/01/2019

A chegada do verão deve ser acompanhada de uma preocupação essencial para a saúde: o combate à dengue, uma vez que as epidemias ocorrem, geralmente, no verão, durante ou imediatamente após períodos chuvosos.

 O Ministério da Saúde apresentou, um conjunto de ações estratégicas para enfrentamento da dengue.  Entre as ações, está o monitoramento da situação epidemiológica da doença pelas redes sociais, que poderiam ajudar a antecipar o risco de epidemia.

É importante destacar que o uso de repelentes não é a solução para a epidemia. Conheça algumas ações que ajudam a combater possíveis focos do mosquito transmissor da doença:

• Vedar caixas de água, proteger recipientes da chuva ou emborcar garrafas, latas, pneus e outros objetos que possam acumular água;
• colocar o lixo em sacos plásticos e manter a lixeira bem fechada;
• se o pratinho de planta não foi coberto com areia e acumulou água, ele deve ser lavado com escova, água e sabão uma vez por semana. 

Pesquisadores da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Botucatu, testaram várias fórmulas caseiras à base de plantas, como andiroba, citronela e cravo-da-índia. Divulgados na Revista Unesp Ciência, os resultados mostraram que esses preparados não são eficazes e podem transmitir uma falsa sensação de segurança, como alertaram os pesquisadores. Mesmo que ofereçam alguma proteção contra picadas de mosquito, seus efeitos são limitados.