Você sabe o que é um tacógrafo?

Tacógrafo é um dispositivo empregado em veículos para monitorar o tempo de uso, a distância percorrida e a velocidade que desenvolveu. Foi criado por Max Maria von Weber, sendo aplicado inicialmente em trens.

Utiliza um disco-diagrama de papel carbonado para registrar as informações, sendo que cada disco pode registrar a informação de um dia, uma semana ou outro período de tempo conforme a versão do aparelho. Versões digitais e mais recentes destes aparelhos utilizam smart cards, ajudando a evitar adulterações nos registros.

Muito utilizado por empresas de transporte, assegura que os motoristas estejam cumprindo suas horas de trabalho sem excedê-las. Também ajuda a evitar multas por excesso de velocidade por registrar a velocidade desenvolvida durante os trajetos. Vários países tornaram o uso do tacógrafo obrigatório em veículos de transportadoras por exigência de sindicatos. Sua utilizaçao obrigatória no Brasil se deve através da Lei 9503 de 23 de setembro de 1997, que instituiu o Código de Trânsito Brasileiro. Quem faz a utilização do Tacógrafo, é obrigatório por lei, fazer aferição(revisão), de dois em dois anos, com a comprovação de lacração e selagem do mesmo, obtendo junto um certificado.

 

Saiba como verificar se um ônibus ou caminhão está com o tacógrafo regular

Você sabia que pode verificar se o ônibus em que vai viajar está regular simplesmente digitando a placa? Ou identificar se o caminhão que vai transportar sua mudança ou carga pode ficar retido na estrada?

Pois é, o Inmetro disponibiliza um serviço fantástico que a maioria das pessoas desconhece e permite identificar se um ônibus ou caminhão estão em dia com o cronotacógrafo, mais popularmente conhecido como tacógrafo. O leigo não percebe mas o velocímetro da maioria dos veículos de carga e passageiros é na realidade um tacógrafo, onde embaixo do visor da velocidade existe um disco, chamado de disco diagrama, onde as informações são registradas.

O equipamento registra a velocidade praticada em todo o percurso, a distância percorrida e o tempo de direção. Por isso é chamada de “caixa preta’ do transporte rodoviário. As informações geradas pelo equipamento são fundamentais na apuração de um acidente e permite realizar um trabalho preventivo, tanto por parte das empresas, controlando seus motoristas como das autoridades. Os veículos de carga com peso bruto acima de 4.536 quilogramas e os veículos de passageiros com mais de 10 lugares são obrigados pelo Código de Trânsito Brasileiro a possuir cronotacógrafo.

Quando um veículo está irregular com a verificação do cronotacógrafo, ele pode ser retido na estrada e receber multa metrológica que pode chegar a R$ 1500,00, sem contar a infração grave pelo Código de Trânsito e perda de cinco pontos na carteira. Isto significa que o condutor poderá ficar impedido de prosseguir viagem com os passageiros ou carga, causando transtornos e prejuízos para evitar despesa de R$ 149,00. O que é indício que outros aspectos da manutenção possam ser negligenciados.

Para identificar possível irregularidade, basta acessar  http://cronotacografo.inmetro.rs.gov.br/certificados/consultar e digitar a placa. Caso apareça “Nenhum documento encontrado para os dados informados.”, significa que o veículo está totalmente irregular. Outras possibilidades é apresentar a informação que o documento provisório está no prazo ou vencido ou que a certificação está regularizada ou vencida.

Por isso, na hora de contratar qualquer serviço, transporte de passageiros ou carga, verifique a placa pelo site do Inmetro. Você poderá poupar muitos aborrecimentos. Afinal, imagina contratar uma excursão e ficar com os passageiros no meio do caminho ou sua mudança não chegar ao destino porque o caminhão estava irregular?

Para quem trabalha com transporte e sofre a concorrência desleal de quem está irregular, esse instrumento também pode ser útil na conquista de clientes. Afinal, estar com o veículo regularizado é obrigação de quem transporta e não é justo que aqueles que cumprem suas obrigações sejam prejudicados por quem anda todo errado.