Vereadores aprovam multa para quem desperdiçar água em São Paulo

A Câmara de Vereadores de São Paulo aprovou ontem (4), em primeira votação, o projeto de lei que estabelece multa de R$ 1 mil para quem desperdiçar água tratada, lavando calçadas e veículos.

 

O projeto, que teve 30 votos favoráveis e 11 contrários, prevê que a pessoa seja multada no momento do flagrante. O líder do governo, Arselino Tatto (PT), disse que a ideia é apresentar um substitutivo que transformaria a multa prevista no projeto original em uma ação educativa.

 

O líder da bancada do PT, Alfredinho, acredita que possa haver uma advertência antes da aplicação da primeira multa, alegando que a população já está sendo punida com a própria falta de água.

 

O vereador Dalton Silvano (PV), que votou contra, disse que não é a favor de multa e acredita que não há pessoal para fiscalizar ações de desperdício.

 

Mário Covas Neto (PSDB) respondeu que a fiscalização poderá ser feita pela própria população. Segundo ele, o cidadão acionaria a subprefeitura quando flagrasse uma situação de desperdício, e a subprefeitura enviaria um fiscal para checar.



Fonte: Agência Brasil - 05/02/2015