Taubaté entraram em greve por tempo indeterminado na manhã desta quinta-feira (9)

Motoristas e cobradores de ônibus iniciam greve em Taubaté, SP

Policiais e sindicalistas entram em confronto durante greve em Taubaté

Ao menos quatro pessoas ficaram feridas e três foram presos.
Trabalhadores do transporte público entraram em greve nesta quinta (9).

Motoristas e cobradores do transporte público de Taubaté entraram em greve por tempo indeterminado na manhã desta quinta-feira (9). Segundo o Sindicato dos Condutores, que representa a categoria, a paralisação foi aprovada em assembleia e abrange cerca de 300 funcionários.

O sindicato informou ainda que, ao todo, 98 ônibus da ABC Transportes deixaram de circular com a greve. A principal reivindicação da categoria é aumento real nos salários, mas a empresa estaria oferecendo apenas a correção inflacionária.

"O que o trabalhador quer é a correção dos salários e o aumento real. Queremos os 5,82% da correção da inflação e mais 4,8% de aumento real. Além disso, a empresa precisa reajustar os benefícios, como vale-alimentação", afirmou Antônio Santos, do sindicato.

A alternativa para os usuários do serviço é o transporte alternativo, que segue funcionando normalmente.

Outro lado

A Associação das Empresas de Transporte do Vale do Paraíba (Avetep) informou que a greve é ilegal, pois não houve comunicado quanto a paralisação. "A greve é ilegal, pois o sindicato deveria ter avisado a empresa e a população com 72 horas de antecedência", afirmou o advogado da associação Vitor Marcondes.

Segundo ele, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) decidiu que o reajuste aos trabalhadores será dentro do índice da inflação do ano anterior, de 5,82%. "Não haverá diálogo porque o sindicato está desrespeitando uma decisão da Justiça. Esperamos que o trabalhador votle as atividades o quanto antes", disse Marcondes.


Fonte: G1 - 09/10/2014