Saiba onde já é Ano Novo

31/12/2013 08h33 - Atualizado em 31/12/2013 10h02

Do G1, em São Paulo

 

2014 chega primeiro na Oceania e na Ásia.
Acompanhe a cobertura das festas da virada do ano.

 

Em Sidney, na Australia, a queima de fogos começou antes mesmo da virada de ano na região, marcada para as 11h do horário de 

verão brasileiro; a festa ocorre perto de marcos turísticos da cidade como a Habor Bridge e a Opera House (Foto: Rob Griffith/AP 

Photo)


Os moradores de Samoa, Kiribati e do território neozelandês de Tokelau, situados no Pacífico Sul, foram os primeiros a se despedir de 2013 e comemorar o Ano Novo, recebendo 2014. A celebração começou às 10h GMT (8h de Brasília, no horário de verão).

Samoa e Kiribati são estados insulares. O primeiro tem cerca de 180 mil habitantes. O segundo é um conjunto de ilhas e atóis. De acordo com o órgão do governo responsável pelo turismo local, são ao todo 33 ilhas – 12 delas não têm habitantes. A primeira a celebrar a virada de ano foi a ilha chamada Kiritibati, que significa Natal e é a mais oriental do país.

Já Tokelau é um grupo de atóis na porção mais oriental da Nova Zelândia que ocupam uma superfície de 10 quilômetros quadrados. Lá vivem em torno de 1,4 mil pessoas. Às 9h do horário brasileiro de verão, foi a vez de a cidade de Auckland, a mais populosa do país, iniciar a festa para receber 2014. No mesmo horário, o ano novo começou também nas Ilhas Salomão, em Niue e Tonga.

Às 11h, milhares de pessoas participarão da festa na emblemática Opera House de Sydney, na Austrália. Os tradicionais fogos de artifício sobre a baía da cidade australiana foram estourados antes mesmo da meia-noite. A cerimônia se viu ameaçada pela chuva que começou a cair à tarde, mas o serviço meteorológico local informou que se trata de uma precipitação passageira, segundo a rádio ABC.

As autoridades calculam que pelo menos 1,5 milhão de pessoas vão ao porto de Sydney para assistir à tradicional queima de fogos de artifício, que pela primeira vez em uma década terá parte deles disparada do teto da Opera House.