Rodoviários se reúnem mais uma vez para decidir greve em Campos, no RJ

Representantes do Sindicato dos Rodoviários e dos Empresários de Campos se reuniram nesta segunda-feira (10) para mais uma tentativa de negociação da greve dos rodoviários de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense. A categoria fez um pedido de aumento de 3% do valor dos salários, além dos 7% concedidos pela Justiça. A greve já dura mais de 40 dias e somente 60% dos funcionários estão trabalhando desde último dia 29 de setembro.

De acordo com a assessoria do Tribunal Regional do Trabalho, a Justiça decidiu por um dissídio de 7% a partir de março deste ano. O presidente do Sindicato dos Rodoviários, Roberto Virgílio, disse que vai esperar a publicação da decisão do dissídio coletivo para marcar uma nova assembleia com os trabalhadores para decidir se recorre ou não da decisão.

Na semana passada, o Sindicato das Empresas de Ônibus apresentou uma proposta de 10% de reajuste salarial aos rodoviários. A proposta foi rejeitada pelos trabalhadores. Cerca de 100 mil moradores da cidade são prejudicados com essa greve. Entre as reivindicações da categoria estão reajuste salarial de 17%, plano de saúde e uniforme gratuito e cesta básica.



Fonte: G1 - 12/11/2014