Reunião do Sindicato dos Vigilantes de Barueri dá início à Campanha Salarial 2016

Reunião do Sindicato dos Vigilantes de Barueri dá início à Campanha Salarial 2016

No último sábado, 24/1, o Sindicato dos Vigilantes de Barueri realizou a primeira reunião mensal do ano com os trabalhadores para avaliação da Campanha Salarial 2015 e planejamento da Campanha do próximo ano. 

“O resultado da reunião foi positivo e foi vital para refletirmos os erros cometidos para começarmos a traçar novas estratégias de negociações para a Campanha de 2016”, aponta o presidente do Sindicato, Amaro Pereira. Em relação à Campanha Salarial decidida para este ano, todos os presentes demonstraram insatisfação geral com as propostas aprovadas pelo patronal, como o reajuste salarial de 6,333%. 

“Os erros ficarão no passado. Decidimos, que através de forte união e mobilização de todos, vamos obter conquistas reais de interesse da categoria”, afirma Amaro Pereira. 

Amaro ainda ressalta a importância da participação dos trabalhadores nas reuniões promovidas pelo Sindicato. “É importante que todos participem da votação de decisões do Sindicato, com sugestões de mudanças e alterações das cláusulas, para a elaboração de uma pauta de reivindicações da próxima Convenção Coletiva de Trabalho. Os profissionais são os responsáveis por esse progresso”, ressalta ele. 

Campanha do Piso Nacional

No encontro, também foi lembrada a importância da Campanha do Piso Nacional, luta na qual o Sindicato dos Vigilantes de Barueri junto com a Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV) vêm participando ativamente em todo país.

“A aprovação do Piso vai depender muito dos nossos governantes. Precisamos continuar pressionando os parlamentares para que esse projeto se torne realidade. Para a vitória, é necessário muito engajamento não só dos sindicatos e confederação, mas de todos os trabalhadores”, ressalta Amaro Pereira.

Reunião mensal discutirá cláusulas da Convenção

Para o avanço da Campanha Salarial 2016, o Sindicato realizará todo último sábado do mês uma reunião com os vigilantes, em sua sede social, das 9h às 11h. 

Ao final de cada reunião, a mesa diretora, que será composta pelo presidente do Sindicato, um secretário eleito na Plenária e um relator indicado pela mesa no dia, indicará até dois temas da CCT a serem discutidos no próximo encontro. 

Ao todo, serão realizados nove encontros com os trabalhadores. No final da 10ª reunião, serão realizada uma grande Assembleia Geral para aprovação da pauta de Campanha Salarial 2016.

A próxima reunião, que acontece no dia 28/2, abordará os seguintes temas: cesta básica e vale-refeição. 



Fonte: Nova Onda Comunicação - 27/01/2015