Presidente da C.R Comissão Regional de Barretos e Coordenador do Prevenir DER/DR.14,

Barretos, 31, de março de 2014  -Célio Geraldo Almeida

                        Uso de minhas atribuições como presidente da C.R Comissão Regional de Barretos e Coordenador do Prevenir DER/DR.14, e, em cumprimento às normas do regimento interno do regulamento, para informar; aos usuários do Iamspe, que aos 27 (vinte e sete) dias do mês de  março de 2014 (dois mil e quatorze), às 09H00, fiz-me presente no auditório da CCM/Iamspe, participando da reunião mensal já prevista no agendamento anual. Onde tratamos de diversos assuntos pertinentes aos contratos de convênio “IAMSPE”, tais como; Atendimento e procedimentos realizados pela Santa casa de Barretos; Bebedouro e os Laboratórios para realização de exames.

Com objetivo único de levantar e dar sugestões para sanar os problemas fáticos que impedem o aprimoramento dos atendimentos firmado com os prestadores de serviços contratado pelo Decam, que visa atender todos os servidores contribuinte do “Iamspe”, com qualidade independente do quantitativo de usuário.  

                        Nesta oportunidade fiz algumas considerações referentes aos questionamentos ventilados pelos servidores públicos da nossa região, que reclamam á falta do atendimento de consultas médicas e pela demora do agendamento de exames laboratoriais, muitas vezes sobre um dificultoso processo de agilidade denunciado sempre que acaba as quotas estipulada para valoração do teto contratual destes serviços.

                        Tais situações vêm sendo vivenciada repetidamente pela grande massa de servidores, que tendo necessidade clama por um bom atendimento médico (letivo), como também pela realização de seus exames, mas na verdade estes procedimentos vêm sendo desmotivada pela demanda reprimida que insiste crescer, na cidade de Barretos, principalmente agora com a perda do contrato junto do Hospital Unimed de Bebedouro.

                        O dissolver com o contrato junto da Unimed/Hospitalar/Bebedouro, não trouxe nenhuma comodidade, muito pelo contrário desamparou e muito nossos servidores, que agora precisa buscar atendimento médico na cidade de São José do Rio Preto. Que por bem tem contribuído bastante com os serviços de atendimento médicos letivos e com os exames laboratoriais, toda via, sabemos que logo não poderão mais continuar dando estas assistências, visto a grande invasão de pessoas naquela localidade, que por certo excede sobre o custeio provisionado para suprir o atendimento programado de sua região, salvo atuação nos procedimentos esporádicos ou eventuais.    

Nesta linha, expressei junto ao Dr. Roberto Dutra, que no momento atuava como representante Decam/Iamspe juntamente com a Dr. Silvia, toda á preocupação posta visto á necessidade de encontrar meios alternativos pautados em Lei, que possibilite a possibilidade que possa contemplar ou celebração contrato de uma “POLI CLINICA”, nesta cidade de Barretos, que possa atender nos moldes transitórios conforme consulta “médica letivas”, com um único objetivo “suprir a demanda reprimida”.  

 “Acredito que está seria a melhor forma encontrada para afastar toda a burocracia imposta com a política da “APM” Associação Paulista de Medicina”, desta cidade de Barretos, que acaba sendo desmotivando e com isso opta por não apreciar todo o afloramento exposto no bojo do “Edital”, publicado especificamente para contratação direta de profissionais, para exercerem ou prestarem serviços “Médicos”, em seus próprios consultórios, é comum verificar está prática principalmente quando trata de profissionais que atendem pelo convênio da “Unimed ou Santa Casa Saúde.

È oportuno mencionar que nesta cidade de Barretos não contamos com muitos hospitais e os que por ventura temos não estão disponíveis conforme “decreta os moldes” do cumprimento legal a lei expressa pelo Decam sendo assim faça aqui um apelo contundente, que ao produzir o “Edital”, seja, colocado dentro dos moldes que possa possibilitar a contratação de uma “POLI CLINICA”, dentro das proporcionalidades disciplinares objetivando as condições de contrato celebrado “PP”, junto ao “Hospital São Jorge”, reservando somente medidas diferentes expressas a nova modalidade contratual, sabe que este tem o maior número de aceitação dos usuários nesta região, ventilada pelos inúmeros usuários que por lá estiveram ou fizeram uso de algum procedimento médico ou laboratorial na ocasião.

Todos nós entendemos a posição política em razão das ocorrências passadas, mas é nossa obrigação continuar incansavelmente lutando pela democracia deste país, e obrigamos, ainda mais por estar á frente como dirigente e responsável pela “CR” Comissão Regional IAMSPE/CCM/PREVENIR/Barretos, buscar em todo o momento encontrar uma forma clara que possa destravar o sistema freado em alguns seguimentos, quando apresenta caminhos sinuosos dificultando que o atendimento médico possa alcançar todos os servidores públicos, ferindo assim o previsto garantido pela carta Magna, em seu texto.  

Caso optem por essa formalidade de contratação, partimos da premissa mais acertada para sanar de vez a demanda reprimida, amargada pelas buscas tentadas ao longo destes anos, pelos servidores públicos, numeradas no quadro de registro do “CEAMA/IAMSPE/BARRETOS”, geograficamente espalhados em 19 (dezenove município) desta região de Barretos.  

Em tempo ainda para justificar a reclamação feita pelo Presidente da “C.M” Comissão de Municipal; Sr, Marcos Seixas, quanto ao atendimento, laboratoriais na cidade de Bebedouro, encontram-se na seguinte situação conforme pronunciado pela Diretora do Ceama Barretos Srª. Márcia Machado, em contato eletrônico “via e-mail”, abaixo exposto.  

  

“Foi falado na reunião da CCM sobre os exames realizados em Bebedouro, portanto informo:

O laboratório São Roque, credenciado para exames laboratoriais, esta atendendo normalmente. O problema em Bebedouro é o serviço de imagem que será realizado pelo IMEDI, porém ainda não iniciou suas atividades. 

“O que provocou um descontentamento dos usuários é que o IMEDI aparece no site do IAMSPE como credenciado desde o inicio de março, Portanto, procuram o serviço e não conseguem atendimento”. Então ligam aqui e reclamam da informação errônea. 

Célio Geraldo Almeida

Presidente - C.R/Ceama/Prevenir/Barretos