Passageiro pagará taxa fixa de R$ 230 mensais para fazer quantas viagens quiser de Metrô, trens e ônibus municipal

Qui, 21/11/13 - 17h58

Governo de SP e Prefeitura anunciam Bilhete Único Mensal integrado

O governador Geraldo Alckmin e o prefeito Fernando Haddad anunciaram nesta quinta-feira, 21, o Bilhete Único Mensal Integrado. A medida vai permitir ao usuário fazer quantas viagens quiser em Metrô, trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e ônibus municipal no período de trinta e um dias, com taxa fixa mensal de R$ 230.

"O Governo do Estado priorizou a mobilidade urbana, porque esta é a prioridade definida pela população. Isso vai ser um estímulo para a utilização do coletivo", ressaltou o governador Geraldo Alckmin.

Para fazer o cadastro e aderir ao Bilhete Único Mensal Integrado é necessário ter em mão os seguintes documentos: RG , CPF, CEP residencial - no caso de estudante e trabalhador será preciso informar o nº do CEP da escola e do seu local de trabalho; e uma foto digitalizada. Aqueles que ainda não se cadastraram devem fazê-lo pelo link. O benefício passa a valer a partir do dia 30 de novembro.

Bilhete para trilhos

O governador também apresentou o Bilhete Único Mensal para os trilhos. A iniciativa beneficiará os passageiros que utilizam prioritariamente Metrô e trens da CPTM. O bilhete custará R$ 140,00 mensais, o mesmo valor para a opção do benefício só para os ônibus da capital. O passageiro opta pelo tipo de recarga no momento da compra do bilhete. "O Bilhete Único Mensal Integrado fortalece o uso de todos os modais e o usuário ainda tem três opções: o Bilhete Único Mensal dos ônibus, dos trilhos ou o integrado", disse o governador.

Do Portal do Governo do Estado com Assessoria de Imprensa