Pague e pronto.

Pague e pronto.

Usuários do Sistema Ponto a Ponto na SP-75 e SP-360 passarão a usar o mesmo tag das operadoras de pedágio eletrônico

Motoristas de Indaiatuba e Itatiba terão mais facilidades; há 10 planos de serviços oferecidos, inclusive pré-pago e sem mensalidade. Em 2014, qualquer usuário poderá utilizar o pagamento por trecho percorrido nestas rodovias 

Os usuários do Sistema Ponto a Ponto nas rodovias Santos Dumont (SP-75) e Engenheiro Constâncio Cintra (SP-360) vão ganhar maior facilidade a partir de novembro. Todos deverão trocar os tags de seus veículos por um modelo com tecnologia 915 Mhz e optar por uma das empresas que prestam serviços de pedagiamento eletrônico em São Paulo (Sem Parar, Auto Expresso, ConectCar e até o fim do ano a Move Mais) que têm à disposição dez planos de serviços, inclusive os de sistema pré-pago sem mensalidade. Isso facilitará a vida dos usuários, que terão apenas um tag em seu veículo. Para fazer esta opção é necessário fazer agendamento no site www.artesp.sp.gov.br/pontoaponto.

A mudança é importante. Trata-se de mais um passo na evolução do projeto que permitirá a entrada de novos municípios e usuários no Sistema Ponto a Ponto a partir de 2014. Adicionalmente permitirá que os usuários possam utilizar o mesmo tag nas demais praças de pedágio do Estado com cobrança automática. Os motoristas serão beneficiados com a redução do tempo de viagem, maior segurança nas rodovias e diminuição do consumo de combustível por permitir a passagem sem paradas nas cabines de pedágio.

Para fazer a migração, os atuais usuários de Indaiatuba (SP-75) podem iniciar agendamento e a troca de equipamento a partir do dia 4 de novembro. Os moradores de Itatiba (SP-360) têm agendamento aberto a partir de 18 de novembro. Em ambos os casos a migração deverá estar concluída até o dia 20 de dezembro, quando os atuais tags Ponto a Ponto serão bloqueados. A adesão ao Sistema é voluntária e o usuário pode cancelá-la a qualquer momento.

Todos os motoristas de Indaiatuba e Itatiba que já aderiram ao sistema receberão uma comunicação com informações de como proceder, endereços e prazos finais. Quem não realizar a troca de equipamento estará automaticamente fora do sistema e voltará a pagar tarifa cheia ao passar pelas praças de pedágio.

A migração acompanha a programação do SINIAV (Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos) do governo federal - que determina a utilização de tags com tecnologia 915 Mhz em todos os veículos em território nacional a partir de 2014. O novo modelo de tag, mais moderno e com tecnologia mais eficiente e barata, já é adotado em São Paulo desde 2011, conforme determinação do Governo paulista.

Também foram firmados recentemente convênios com a EPL (Empresa de Planejamento e Logística) e ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) com o objetivo de expandir a todo o país a tecnologia desenvolvida em São Paulo para o sistema automático de cobrança e Sistema Ponto a Ponto. A tecnologia 5,6 Ghz dos antigos tags está sendo substituída pela 915 Mhz em todas as rodovias do Programa de Concessão no Estado de São Paulo. As operadoras de pedágio eletrônico não poderão comercializar mais o tag 5,8 Ghz após 2014, conforme a Resolução nº 13 da Secretaria de Logística e Transporte. Assim, os usuários do Ponto a Ponto na SP-75 e na SP-360 deverão fazer a migração dos tags de seus veículos para a nova tecnologia e aderir a uma operadora de pedagiamento eletrônico até 20 de dezembro.

Quem tem um tag do Ponto a Ponto e também um tag 915 Mhz de alguma operadora (Sem Parar, Auto Expresso, ConectCar e até o fim do ano a Move Mais) deverá comparecer ao posto de adesão na sua região para habilitar o pagamento por trecho percorrido. Para isso, tem de fazer o agendamento de dia e horário com antecedência. Caso o veículo tenha um tag com a tecnologia antiga (5,8 Ghz), o usuário deverá procurar em primeiro lugar a operadora em que já está cadastrado para a efetuar a instalação do tag com a nova tecnologia (915 Mhz), que permitirá a cobrança Ponto a Ponto. A partir dessa substituição será necessário agendar data e hora para habilitar o sistema por trecho percorrido no posto de instalação de sua região.

Ao fazer o agendamento no site, os usuários serão informados como deverão proceder para fazer a troca. O motorista que já possui um tag na frequência 915 Mhz de alguma operadora de serviço automático deverá apenas fazer a opção pelo Sistema Ponto a Ponto ao comparecer no posto de adesão. Importante lembrar que se tiver um tag 5,8 Ghz, de qualquer operadora, deverá primeiro fazer a troca de equipamento e depois agendar o comparecimento no posto para habilitar o Ponto a Ponto.

Os cerca de 3,2 mil usuários de Indaiatuba cadastrados no Ponto a Ponto deverão cancelar o contrato atual do Ponto a Ponto e posteriormente habilitar o tag da sua operadora para o pagamento por trecho percorrido. Após o agendamento no site, o usuário deverá comparecer na data e horário marcados no posto de instalação (no Centro de Convenções Aydil Pinesi Bonachella, Rua das Primaveras, 210, Jardim Pompeia) para cancelar o contrato. O saldo de créditos existente será depositado na conta bancária do usuário. Em dez minutos o sistema em pista já estará atualizado para efetuar as passagens nos pórticos e na praça de pedágio. O prazo para migração vai de 4 de novembro a 20 de dezembro.

Já os mais de 300 usuários do sistema na SP-360 farão a mudança do tag Ponto a Ponto no posto de cadastramento do Sistema na própria rodovia (localizado no km 77). O prazo para migração vai de 18 de novembro a 20 de dezembro.

Pesquisa. O Sistema Ponto a Ponto na SP-75, em Indaiatuba, que entrou em operação em 11 de junho de 2012, tem sido bem avaliado pelos motoristas que já aderiram ao projeto piloto. A satisfação foi constatada em pesquisas feitas pela ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) e pela concessionária Rodovia das Colinas. Esta última revelou que 89,2% dos entrevistados consideram justo que todos os usuários passem a pagar pelo trecho percorrido da rodovia.

Já o levantamento da ARTESP mostrou que 83% dos motoristas reduziram despesas com o Ponto a Ponto. A economia média por pessoa alcançou R$ 128 mensais. Jaguariúna. O Sistema de pagamento por trecho percorrido já está em operação na SP-340, entre Jaguariúna e Santo Antônio de Posse, com adesão aberta a qualquer usuário da Rodovia Governador Adhemar de Barros. Nesta via já são mais de 54 mil adesões. A SP-340 é a primeira rodovia do Brasil onde qualquer usuário pode aderir ao Ponto a Ponto.

____________________________
ARTESP - Assessoria de Imprensa
(11) 3465-2104 / 2105
artespimprensa@sp.gov.br
www.artesp.sp.gov.br