Os 10 trechos mais perigosos das rodovias brasileiras

Brasil e as rodovias

Ranking da Polícia Rodoviária Feral e do Ipea relacionou o número de acidentes com ocorrência de mortos e feridos nas estradas federais- 2013

Pesquisa indicou a periculosidade de certos pontos das estradas brasileiras (Juca Varella/Folhapress)
 

O Ministério da Justiça publicouem 2013 o ranking dos trechos mais perigosos das rodovias federais do país. Os três pontos que registraram mais ocorrências estão nas estradas BR-101, BR-381 (Fernão Dias) e BR-116 (Via Dutra).

Elaborado pela Polícia Rodoviária Federal e pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o estudo relacionou o número de acidentes com a incidência de mortos e feridos em 2013. Para acidentes sem vítima, adquiria-se 1 ponto; com ferido, 5 pontos; com morte, 25 pontos. A soma da pontuação estabelece o índice de gravidade atribuído a cada local.

Um trecho da via Dutra (BR-116), no Estado de São Paulo, é o terceiro mais perigoso do país, segundo estudo do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), divulgado em 2013. Nos quilômetros 220 a 230 da via foram registrados 612 acidentes, deixando 313 feridos e 18 mortos.

governo federal apresentou uma lista com os cem piores trechos de rodovias do país, feito com base em pesos diferenciados para cada tipo de acidente – com e sem feridos, com e sem morte – e na quantidade de casos registrados. O governo afirmou que uma ação integrada entre diversos ministérios vai definir diretrizes para diminuir os índices nesses pontos.  

Líder do ranking, os quilômetros 200 a 210 da BR-101, na região de Biguaçu (SC), computaram 1.049 acidentes, o que levou treze pessoas à morte e deixou outras 516 feridas. Em seguida, aparece o trecho dos quilômetros 490 a 500 da Fernão Dias, na altura de Betim (MG). Foram 889 acidentes, com 20 mortos e 273 feridos. Apesar de não estar no topo da lista, o Estado do Paraná é o que tem mais trechos considerados de risco: dezesseis.

 

 

O líder do ranking é o trecho entre os quilômetros 200 e 210 da BR-101, com 1.049 acidentes ocorridosem 2013. Treze pessoas morreram no local e outras 516 ficaram feridas. O ponto passa pela cidade de Biguaçu, no litoral catarinense.

 

2º lugar - Fernão Dias (Km 490 a 500) em Minas Gerais

3º lugar - Via Dutra (Km 220 a 230) em São Paulo

                                          

 

4º lugar - BR-101 (Km 210 a 220) em Santa Catarina


 

 

5º lugar - Fernão Dias (Km 480 a 490) em Minas Gerais

 

6º lugar - BR-316 (Km 0 a 10) no Pará


 

 

7º lugar - BR-262 (Km 0 a 10) no Espírito Santo


 

 

8º lugar - BR-101 (Km 260 a 270) no Espírito Santo


 

 

9º lugar - Via Dutra (Km 210 a 220) em São Paulo


10º lugar - BR-222 (Km 0 a 10) no Ceará.

 

 Dutra tem um dos piores trechos de rodovias do país

Paraná tem mais pontos considerados de risco nas rodovias federais; trecho com maior número de acidentes fatais está em Santa Catarina

Marcela Mattos, de Brasília

 

Trecho da Via Dutra é considerado o terceiro mais perigoso das rodovias federais do país

 (Mário Angelo/Sigmapress/Folhapress)