No Brasil, só pode existir um sindicato para cada profissão em cada região geográfica.

No Brasil, só pode existir um sindicato para cada profissão em cada região geográfica.

APENAS UM SINDICATO EM CADA TERRITÓRIO

As regras do sistema

Esse modelo, chamado de “unicidade sindical”, proíbe que sejam criados sindicatos concorrentes para representar o mesmo grupo de trabalhadores em determinada área.


TIPOS DE SINDICATOS

Os tipos mais comuns de sindicatos são os representantes de categorias profissionais, conhecidos como sindicatos laborais ou de trabalhadores, e de classes econômicas, conhecidos como sindicatos patronais.

 

Na organização do sindicalismo brasileiro, as centrais sindicais ficam na ponta da pirâmide.

Resultado de imagem para PIRAMIDE SINDICAL

Representam em âmbito nacional um grande número de trabalhadores de diversos Estados e setores da economia.

Na base do sistema, estão os sindicatos.

 

 Cabe aos sindicatos firmar com os empregadores acordos coletivos (afetam apenas os trabalhadores de uma determinada empresa) ou convenções coletivas (valem para todos os trabalhadores representados pela entidade).

Hoje, a lei é rígida sobre quais direitos e deveres podem ser negociados.

A proposta do governo amplia o alcance dos acordos e convenções, permitindo que eles definam regras sobre vários temas. Além disso, o resultado da negociação teria a mesma força que a lei, reduzindo a chance de ser contestado na Justiça.

 

Por exemplo, se o sindicato dos garçons de uma determinada cidade fechar um acordo com o sindicato dos donos de bares e restaurantes que a jornada será ampliada a 12 horas diárias às quintas e sextas-feiras — respeitado o limite de 220 horas totais por mês — todos os empregados do setor terão que se submeter à nova regra.

 

Esse item da reforma aumenta a importância dos sindicatos na negociação de aspectos das relações entre empregados e patrões.

 

Entenda como os sindicatos de trabalhadores funcionam:
 

 Quem representa quem

Os sindicatos podem representar os trabalhadores de um município, de um conjunto de municípios ou de um Estado inteiro.

 

Por exemplo: os bancários de São Paulo, Osasco e outras 15 cidades da região são representados pelo mesmo sindicato. Quem trabalha em bancos nesses municípios é obrigatoriamente representado por essa entidade.

 

 Há também sindicatos que abrangem apenas uma cidade, como o que representa os vigilantes do município do Rio de Janeiro.

E alguns lugares  têm como base um Estado inteiro. Exemplo SISDERESP atinge toda categoria do DER/SP.

 

O QUE FAZER SE ESTIVER INSATISFEITO COM SEU SINDICATO?

O trabalhador tem duas alternativas. A mais comum é ele se filiar ao sindicato e cobrar mudanças na condução da entidade, ou se juntar a um grupo para disputar a próxima eleição do sindicato.