Motorista embriagado provoca acidente na rodovia.

03/01/2015 13h04 - Atualizado em 03/01/2015 15h29

Motorista que provocou acidente na BR-153 estava embriagado, diz polícia

Acidente deixou dois mortos e 12 feridos no trecho da BR-153 em Ubarana. 
Segundo a polícia, motorista pagou fiança de R$ 1,9 mil e será ouvido.

Do G1 Rio Preto e Araçatuba

O motorista do carro que teria provocado um acidente que matou duas pessoas e deixou outras 12 feridas na BR-153 em Ubarana (SP) estava embriagado, segundo a polícia. Para desviar do carro, um ônibus e um caminhão bateram de frente e os dois veículos pegaram fogo. A Polícia Civil vai abrir inquérito para apurar as causas do acidente e a conduta do motorista do carro. O motorista foi levado para um hospital e liberado. Segundo o delegado Alessandro Andreotti, ele pagou fiança de R$ 1,9 mil e deve ser ouvido nos próximos dias.

O acidente aconteceu no trevo principal que dá acesso a Ubarana. Um carro, uma carreta carregada com pisos e um ônibus interestadual se envolveram na grave batida. “O carro ia cruzar a pista e uma carreta tentou desviar, mas acabou batendo de frente com um ônibus”, afirma o policial rodoviário federal Ulisses Fernandes de Macedo.

Caminhão e ônibus pegaram fogo depois da colisão (Foto: Deliane Cristina/Aplicativo TEM Você)

O ônibus saiu de São José do Rio Preto (SP) com destino a Maringá (PR) e oito pessoas viajavam no momento da batida. Devido ao forte impacto, tanto o ônibus quanto o caminhão pegaram fogo. “A gente teve apoio de ambulâncias da concessionária, das prefeituras e do Samu, foi necessário um trabalho integrado para atender todos em um tempo rápido”, diz o capitão do Corpo de Bombeiros José Luiz Ferrari.

O motorista do caminhão morreu carbonizado preso nas ferragens. O motorista do ônibus também não resistiu e quatro pessoas que estavam no carro, entre elas uma criança, ficaram feridas. No caminhão, a carga de pisos encobriu a cabine e os bombeiros tiveram de usar uma pá carregadeira para limpar a área. “Os veículos pegaram fogo e fizemos uma busca mais detalhada no caso de haver mais vítimas”, diz Ferrari.

A dona de casa Lucimara de Lima era uma das passageiras e foi a última a deixar o ônibus ainda em chamas. “Foi uma pancada só e conforme já bateu o fogo se alastrou. Todo mundo saiu correndo, eu consegui tirar um senhor e aí o fogo pegou fogo por inteiro”, diz a dona de casa.

Os 12 feridos foram levados para a Santa Casa de José Bonifácio (SP), entre eles uma criança. Oito pessoas foram liberadas logo em seguida e quatro foram transferidas para Rio Preto. No Hospital de Base  de Rio Preto estão uma mulher de 29 anos e dois homens, um de 27 e outro de 60. Os dois primeiros estão conscientes e o estado de saúde é estável, mas o idoso sofreu fratura na coluna. Outra idosa, de 69 anos, está na Santa Casa de Rio Preto e vai passar por uma cirurgia. Os corpos dos motoristas estão no IML, Instituto Médico Legal, um deles era de Tupã (SP) e o outro de Santa Catarina. Ainda não há informações sobre o enterro dos dois.

Carro, carreta e ônibus se envolveram na colisão (Foto: Divulgação / Polícia Militar)