Menos mortes nas estradas no Ano-novo


Dados da PM Rodoviária revelam que número de mortos nas rodovias paulistas caiu 21,6% durante o réveillon, comparando-se com mesmo período de 2013 os  acidentes de trânsito recuaram 19,6% nos dias da ação especial de Ano-novo, iniciada em 27 de dezembro.
O registro total de ocorrências nas estradas do Estado de São Paulo caiu de 1.041 para 837, redução de 20%. Os números da operação de 2014/2015, divulgados na segunda--feira (5), são comparados com o mesmo período de 2013/2014. Houve diminuição em 21% do total de acidentes com vítimas (346 em 2014, enquanto no ano anterior haviam sido registrados 436). Também ocorreu redução significativa no número de mortes (22%): 29 óbitos em 2014 ante 37 mortes em 2013.
“Do total de vítimas fatais,cinco faleceram na região litorânea. Essa redução atende aos objetivos da Operação Ano-novo”, diz o capitão PM Gustavo Magnani, porta-voz do 1º Batalhão de Polícia Rodoviária. Ele ressalta que fatores como fiscalização intensa, Lei Seca e contínuas campanhas influenciaram na diminuição do número de acidentes nas estradas paulistas. “Nossa meta é conscientizar os motoristas de que álcool não combina com direção, o que evita a ocorrência de acidentes. O motorista também está consciente de que dirigir embriagado custa caro. A multa é de R$ 1.921 e ele ainda terá a habilitação suspensa”, avisa o oficial.
Outras apreensões
– A presença doPoliciamento Rodoviário se mostrou efetiva e eficiente. No período foram fiscalizados 28.889 veículos, resultando em 50 flagrantes com 64 pessoas presas; 12 condenados foram recapturados; houve apreensão de uma arma de fogo e de cerca de 64 quilos de entorpecentes (crack, cocaína, maconha, entre outros).
Além da Polícia Militar (PM), a operação teve a participação da Secretaria de Logística e Transportes e da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), da Desenvolvimento Rodoviário S/A (Dersa) e das concessionárias de rodovias.
Lei Seca no trânsito – De acordo com o 3º sargento PM Daniel Claudino, do Comando de Policiamento Rodoaviário, foram utilizados 119 etilômetros. Os policiais submeteram ao equipamento passivo (aquele colocado próximo à boca do motorista) 499 pessoas, e no ativo, 3.398. No Ano-novo, 684 condutores foram autuados por dirigirem sob influência de álcool, sendo 32 autuados em flagrante.
Morte zero – No feriado prolongado de Ano-novo, entre os dias 29 de dezembro e 4 de janeiro, cerca de 825 mil veículos circularam pelo Sistema Castelo– -Raposo. A operação feriado de Ano-novo registrou, entre a zero hora de 29 de dezembro e a meia-noite de domingo (4/1), 29 acidentes com 14 vítimas leves, duas vítimas graves e nenhuma morte. O balanço da operação apresenta redução de 22% no número de acidentes e 54% no número de vítimas, comparado ao mesmo período do ano passado.
A concessionária CCR ViaOeste realizou a Operação Zero Álcool, que avisa sobre os perigos do uso do álcool ao dirigir e a necessidade de atenção aos limites de velocidade.
Além disso, distribuiu folhetos em postos de serviço e praças de pedágio lembrando o motorista sobre a obrigatoriedade do uso do cinto de segurança, do respeito aos dispositivos de travessia segura para os pedestres e da proibição de circular pelo acostamento.
Maria Lúcia Zanelli Imprensa Oficial – Conteúdo Editorial