GM multa caminhão do DER por descarte de entulho em área verde

09/10/2014 19h39 - Atualizado em 09/10/2014 19h39

Veículo foi flagrado pela corporação de Santa Bárbara d'Oeste nesta quinta.
Valor aplicado é superior a R$ 2 mil; departamento culpou terceirizada.
Do G1 Piracicaba e Região



A Guarda Municipal (GM) de Santa Bárbara d'Oeste (SP) apreendeu e multou em mais de R$ 2 mil um caminhão do Departamento de Estrada e Rodagens (DER) nesta quinta-feira (9). O veículo foi flagrado despejando entulho em uma área verde da zona rural da cidade.
Por meio de assessoria de imprensa, o DER informou que o caminhão pertence a uma empresa terceirizada, que já foi notificada e que será submetida às penalidades previstas em contrato.


Dia 22/07/2014 - a Prefeitura identificou descarte ilegal de resíduo de petróleo em Santa Bárbara 

Duzentos barris estavam em área no bairro Santo Antônio do Sapezeiro.
Descoberta aconteceu nesta terça-feira (22) em ronda do Grupo Ambiental.
Do G1 Piracicaba e Região
GM e FOP localizam descarte irregular de tambores em área de Santa Bárbara fanti)
A Prefeitura de Santa Bárbara d'Oeste (SP) divulgou nesta terça-feira (22) que encontrou um ponto de descarte de tambores com resíduos oriundos de petróleo no bairro Santo Antônio do Sapezeiro. A irregularidade foi descoberta em patrulhamento do Grupo de Proteção Ambiental (GPA) com o auxílio da Guarda Municipal e do setor de Fiscalização de Obras e Posturas (FOP), que encontrou 200 unidades de vários tamanhos ao lado da estrada usada por caminhões para o transporte de cana-de-açúcar.
A falta de orientação e de caçambas para descartes de lixos nos beirais das rodovias


Os tambores foram retirados do local por uma equipe da Prefeitura e foram encaminhados ao aterro municipal e a área onde eles estavam precisará passar por um processo de limpeza e remoção da contaminação do solo. A Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) também foi acionada para a investigação e responsabilização dos autores do crime.
"Iniciamos agora um trabalho de investigação, junto com a Cetesb, para descobrirmos os responsáveis pelo descarte irregular desses tambores na área pública. Os tambores estão identificados e a partir das informações que constam neles, vamos buscar o responsável pelo descarte para que este possa responder pela prática, sendo autuado conforme prevê a legislação vigente", explicou o coordenador do setor de Fiscalização de Obras e Posturas (FOP), Edson Bragaglia.
Caso alguma ação seja flagrada, a Prefeitura orienta a população a entrar em contato com a Guarda Municipal ou setor de Fiscalização para que medidas cabíveis possam ser tomadas.

Os descartes de lixos nos beirais das rodovias contaminam o solo e provocam doenças.

Área verde e córrego viram depósito de entulho em bairro de Piracicaba
Situação do espaço no Santa Rosa provoca reclamações de moradores.
Prefeitura afirma que enviará um técnico da Sedema para vistoriar local.
Do G1 Piracicaba e Região
Pedro Rodrigues mostra entulho jogado em área verde em bairro (Foto: Mateus Medeiros/Arquivo pessoal)


Um córrego e a área verde próxima a ele no bairro Santa Rosa, em Piracicaba (SP), viraram depósito de entulho e lixo, de acordo com moradores da região, que pedem investimentos da Prefeitura no espaço. O local é próximo à Rodovia Washington Luiz (SP-310).
De acordo com o mecânico Pedro Rodrigues, que mora no bairro, o lugar está abandonado. "Nós precisamos desta área, ela seria muito útil com uma calçada para caminhada ou até uma academia ao ar livre, mas acabou virando depósito de entulho", afirmou.
Moradores reclamam de entulho e pedem praça em bairro (Foto: Mateus Medeiros/Arquivo pessoal)
Segundo Rodrigues, há várias casas em construção no bairro e muitas pessoas deixam de alugar caçambas e preferem despejar o entulho diretamente nas margens do córrego. "É triste ver aquele local tomado por restos de obras, lixo e até móveis velhos", lamentou o morador.
Prefeitura de Piracicaba
A Secretaria Municipal de Defesa do Meio Ambiente (Sedema) informou  que deverá encaminhar um técnico para vistoriar o local e tomar providências.
Segundo a pasta, as pessoas poderão denunciar este tipo de ocorrência pelo Serviço de Informações à População (SIP), no telefone 156. Em casos de descarte irregular de entulhos, a secretaria solicita ainda que o denunciante envie fotos para comprovação da irregularidade.