EM DOIS DIAS, TRÂNSITO NO BRASIL MATA MAIS PESSOAS QUE UMA TRAGÉDIA AÉREA

29/10/2014 

 

As mortes no trânsito só crescem. Segundo o dado mais recente do DataSUS (banco de informações do Sistema Único de Saúde), foram 44,8 mil vítimas em 2012, média de 123 por dia.

 

Dois dias são suficientes para superar a tragédia da TAM em 2007, a maior da aviação brasileira (199).

 

O número de 2012 representa aumento de 35% em dez anos e é o maior desde 1979, início da compilação.

 

Menos de 1% dos óbitos foram de ocupantes de ônibus. As principais vítimas foram motociclistas (28%) e pedestres (20%).

 

Especialistas atribuem o crescimento das estatísticas ao aumento da frota –que dobrou em dez anos– sem um reforço compatível na fiscalização.

 

Também citam problemas de infraestrutura nas cidades e estradas e na formação dos condutores. Mas lembram que o endurecimento da Lei Seca, no fim de 2012, foi um avanço.

 

O cenário de violência crescente ocorre apesar de o país ter assinado resolução da ONU para reduzir as mortes pela metade até 2020, na chamada Década de Ação pelo Trânsito Seguro.

 

Fonte: Folha de S.Paulo