Em ação, Artesp apreende 4 ônibus clandestinos

por VICTOR RODRIGUES-Da Redação

Veículos transportavam estudantes para municípios regionais, na maior parte, universitários; fiscalização foi realizada na SP-501

 

A Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) apreendeu quatro ônibus clandestinos que faz transporte de estudantes, na região de Presidente Prudente, na noite de quinta-feira. De acordo com a Assessoria de Imprensa do órgão, os agentes realizaram uma fiscalização na Rodovia Júlio Budiski (SP-501), e, durante a operação, foram abordados quatro veículos que efetuavam transporte intermunicipal de alunos, a maior parte, universitários. “Todos os ônibus eram clandestinos”, informa.

Objetivo da fiscalização é coibir transporte irregular e garantir segurança de usuários

Como não possuíam cadastro e autorização da agência, os veículos foram autuados e apreendidos. A Artesp destaca que, após a apreensão dos veículos por conta da irregularidade, os estudantes seguiram viagem transportados pela empresa Andorinha, de Prudente, regularmente cadastrada na agência, sem custo adicional.

De acordo com o balanço dos trabalhos, dois veículos apreendidos faziam o percurso de Euclides da Cunha Paulista a Prudente; outro é de Teodoro Sampaio; e o último percorria o trajeto de Rosana a Prudente, diariamente.

“O serviço irregular [sem licença] oferece inúmeros riscos aos passageiros, uma vez que o veículo não passa pelas vistorias mecânicas, não há garantia de que o motorista seja habilitado e, em caso de acidente, não há seguro para os passageiros”, explica a Artesp.

Segundo seu Departamento de Comunicação do órgão, o objetivo é coibir o transporte irregular, as irregularidades cometidas pelas empresas, aumentar a segurança das viagens e dos passageiros.

 

 No ano passado, a fiscalização da Artesp apreendeu 823 veículos clandestinos nas rodovias em todo o Estado de São Paulo.

Imagem relacionada

A Artesp disponibiliza em seu site a relação das empresas cadastradas e veículos vistoriados para o transporte intermunicipal no Estado. “É importante que os alunos consultem antes de contratar uma empresa de fretamento. Para consultar, basta informar a placa do veículo, ou o nome da empresa. A consulta antes da contratação do serviço é primordial por questões de segurança e para evitar os transtornos dos passageiros quando o veículo é apreendido”, destaca. Basta seguir o link: http://www.artesp.sp.gov.br/transporte-coletivo-fretamento e clicar em “Empresa de Fretamento/Acessar”.

Resultado de imagem para ONIBUS VELHO COM PNEUS CARECAS

O sistema de fretamento intermunicipal conta com 500 empresas e 13 mil veículos devidamente cadastrados para prestar o serviço.

 As empresas cadastradas têm de seguir uma série de regras para atuar. Entre elas está a realização da vistoria anual. “Quando essa vistoria está vencida, o veículo não pode prestar o serviço. 

Resultado de imagem para ACIDENTE COM ONIBUS VELHO

A empresa também tem de renovar sua credencial a cada cinco anos, cumprindo para isso uma série de exigências”, pontua.