Edital da concorrência internacional, por meio de Parceria Público-Privada (PPP),

O Estado anunciou nesta semana a publicação do edital da concorrência internacional, por meio de Parceria Público-Privada (PPP), para a licitação das obras, operação e manutenção da Linha 18-Bronze, em monotrilho, por um período de 25 anos. A previsão é que o processo licitatório seja publicado, no início de  fevereiro, no Diário Oficial do Estado e nos jornais de grande circulação.
Também estará disponível no site www.stm.sp.gov.br por 60 dias.
O monotrilho vai sair da Estação Tamanduateí, passando por São Caetano do Sul, Santo André, chegando a São Bernardo do Campo (ABC). Pela primeira vez, uma linha de metrô sairá da capital e, nesse caso, irá até a região do ABC.
A expectativa do Governo paulista é de que as obras sejam iniciadas ainda neste ano e concluídas em 2018.
Além da construção (incluindo o pátio de manobra, a aquisição de sistemas operacionais e a compra da frota de trens), a PPP da Linha 18-Bronze envolve a operação e a manutenção do trecho Tamanduateí a Djalma Dutra (São Bernardo do Campo), por um período de 19 anos de concessão.
O valor do empreendimento é de R$ 4,2 bilhões: R$ 3,8 bilhões em investimentos, 50% custeados pelos cofres do Estado e a outra metade pela iniciativa privada. Os R$ 406 milhões restantes são referentes às desapropriações necessárias para as obras. Incluídos nos recursos previstos pelo Estado para  investimento, R$ 400 milhões são oriundos do Orçamento Geral da União, o PAC2, a fundo perdido. A empresa ou o consórcio que apresentar a proposta comercial mais vantajosa para a concessão patrocinada do projeto será a vencedora do certame.
Vantagens do monotrilho – A Linha 18-Bronze terá 14,9 km de extensão operacional (de um total de 15,7 km). As 13 estações planejadas são Tamanduateí,
Goiás, Espaço Cerâmica, Estrada das Lágrimas, Praça Regina Matiello, Instituto Mauá, Afonsina, Fundação Santo André, Winston Churchill, Senador
Vergueiro, Baeta Neves, Paço Municipal e Djalma Dutra. Essas duas últimas em São Bernardo do Campo. No final, a Linha 18-Bronze será integrada ao novo corredor de ônibus a ser construído pela Prefeitura de São Bernardo. Fará integração, também, com a Linha 2-Verde do Metrô, com a Linha 10-Turquesa da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) na estação Tamanduateí e com o Corredor São Mateus-Jabaquara-Morumbi da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU).
Bom nível de segurança – Os trens do sistema monotrilho funcionam com energia elétrica e se movimentam sobre pneus, o que torna a operação silenciosa e sem agressão ao meio ambiente.