Desigualdade entre homens e mulheres não diminuiu no Brasil


 
MUNDO - 
Artigo publicado em 25 de Outubro de 2013 
 
A desigualdade entre homens e mulheres diminuiu levemente entre 2012 e 2013.
A desigualdade entre homens e mulheres diminuiu levemente entre 2012 e 2013.
timeshagherededucation.co.uk

 

O relatório anual do Fórum Econômico Mundial sobre igualdade de gênero afirma que a situação das mulheres em relação aos homens melhorou ligeiramente no mundo. Entre as 136 nações analisadas, somente no norte da África e no Oriente Médio não foram registrados avanços. Brasil manteve o mesmo lugar do ano passado.

 

O estudo publicado nesta sexta-feira pelo Fórum Econômico Mundial leva em consideração quesitos como saúde, educação, poder econômico e participação política.

O Yêmen, no Oriente Médio, é o pior país para uma mulher viver. A Islândia, pelo quinto ano consecutivo, é o melhor. Ainda figuram na lista dos dez países onde a igualdade entre homens e mulheres é mais presente asFilipinas e a Nicarágua.

O Brasil manteve a 62a posição registrada no ano passado. O Fórum considerou que as brasileiras têm condições de saúde e educação semelhantes às dos homens, mais ainda perdem muito nas áreas econômica e política.

A França tambem não evoluiu e continua na 45a posição.