DER ESTENDE O PRAZO DAS OBRAS NA ASSIS CHATEAUBRIAND

DER ESTENDE O PRAZO DAS OBRAS NA ASSIS CHATEAUBRIAND

Com inicio em 14/02/2005, mais uma vez o DER estende o prazo para termino da rodovia, serão investidos R$ 9,22 milhões na recuperação da rodovia ASSIS CHATEAUBRIAND.


 

 
 

Em 2005 o governador Geraldo Alckmin deu início às obras de melhorias da Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425), neste sábado, dia 12, no município de Barretos. 

Os trabalhos foram iniciados no trecho entre Guaíra e Ibitu, passando por Barretos com 68,5 km de extensão. 

Seu prazo de execução é de oito meses. 

Serão feitos recapeamento de pista e recuperação de acostamentos com preenchimento de material selecionado, para eliminação de trechos com desnível elevado. 

O governador Alckmin destacou a importância da estrada, que vai interligar com a Faria Lima, com Washington Luiz, em São José do Rio Preto, com a Comandante João Ribeiro de Barros, em Osvaldo Cruz e com a Raposo Tavares em Presidente Prudente. Ele acrescentou que vai avaliar o custo para que a estrada possa chegar até Miguelópolis, uma reivindicação do prefeito. As obras na rodovia serão divididas em dois lotes: o primeiro do km 57 ao km 94, entre Guaíra e Barretos, totalizando 36,5 km a um custo de R$ 4,609 milhões; o segundo, de Barretos e Ibitu, entre os quilômetros 94 ao 126 com investimento de R$ 4,615 milhões. 

Imagem relacionada

A rodovia faz parte do pacote de obras rodoviárias que o governador autorizou no dia no último dia 18 de janeiro.

DER prorrogou o prazo para conclusão das obras de modernização da Rodovia Assis Chateaubriand (SP 425).

Programada inicialmente era para terminar em julho, agora estendida para dezembro por conta dos processos de desapropriação de áreas de acordo com o DER.

O primeiro lote (recuperação da pista e dos acostamentos que ligam o distrito de Teçaindá a Martinópolis e a duplicação da rodovia de Martinópolis a Presidente Prudente.)

O segundo ( complementação da duplicação da rodovia, recapeamento e melhorias na pista, pavimentação dos acostamentos, implementação de dez dispositivos, sendo duas passrelas e oito viadutos, em desnivele baias de onibus ligando Prudente e Pirapozinho.

No terceiro lote estão previstos o recapeamento da pista, melhoramentos e pavimentação dos acostamentos e implantação de seis dispositivos em desnivel e um em nivel, quatro rotatóriaeum viaduto, baias de onibus no trecho entre Pirapozinho e Estrela do Norte, seguindo até a divisa do Paraná, beneficiando as cidades de Tabarai, Narandiba e Sandovalina.

Observa se em alguns trechos a qualidade do asfalto recém-colocado e já danificado pelo grande fluxo de caminhões na rodovia, está com o novo pavimento cedendo e formando buracos, em situação mais complicada que o antigo pavimento.

Por ser uma rodovia de pista simples e extremamente movimentada acontecem muitos acidentes por ultrapassagem por motoristas impacientes.