DER adia operação de 27 radares na SP-304, mas promete início este mês

DER adia operação de 27 radares na SP-304, mas promete início este mês

04/01/2015 19h07 - Atualizado em 04/01/2015 19h07

Prazo anterior era julho, passou para dezembro, mas mudou novamente.

Sensores já foram instalados na região de Piracicaba; confira os trechos.

Do G1 Piracicaba e Região

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) prorrogou pela segunda vez a previsão do início do funcionamento de 27 radares e dois painéis eletrônicos na Rodovia SP-304 (trechos Luiz de Queiroz e Geraldo de Barros), na região de Piracicaba (SP). Os equipamentos já foram instalados em pontos com maior índice de acidentes, mas ainda não entraram em operação. Inicialmente, passariam a operar em julho, de acordo com as primeiras informações divulgadas pelo órgão. O segundo prazo venceria no fim de 2014, mas, em nota enviada ao G1 nesta semana, o departamento indicou janeiro como novo prazo, sem especificar o dia exato. 

A nota cita que o trabalho atual é de aferição dos radares pelo Instituto Nacional de Metrologia, Normatização e Qualidade Industria (Inmetro) e de homolgação pelo DER. Também informa que todos os controles de velocidade serão acompanhados de placas de sinalização que indiquem tanto a existência dos radares, como o limite estabelecido. No trecho entre Piracicaba e São Pedro(SP), a maioria já está à mostra, indicando máximas que variam de 60 quilômetros por hora, em rotatórias, até 110 quilômetros por hora em retas para veículos comuns e motocicletas. 

Locais
Confira a relação dos quilômetros que contarão com os sensores, de acordo com o DER: 126,9; 127,9; 131,1; 131,2; 133,4; 134,3; 137,5; 148,6; 168; 169,4; 171,8; 173,4; 176,2; 203,8; 208,4; 216,9; 226,6; 143,6; 150,3 e 152,7.

Ainda de acordo com o DER, haverá dois painéis eletrônicos no quilômetros 122,1 e 155,8. Também haverá radares inteligentes nos trechos dos quilômetros 122,1; 139,2; 139,2; 155,8; 171,1; 196,8 e 222,9.  A diferença desses radares para os tradicionais é que, além de flagrar o excesso de velocidade, eles são capazes de identificar se o veículo está com o licenciamento em dia, se é produto de roubo ou furto e se há alguma pendência com a Justiça.