Centrais debatem preparativos para Dia Nacional de Luta

 

Na manhã desta segunda-feira (19), a CTB e demais representantes das centrais sindicais se reuniram na sede da UGT para discutir os preparativos para o Dia Nacional de Luta em Defesa dos Direitos e do Emprego, que ocorrerá no dia 28 de janeiro.


O cetebista, Eduardo Navarro, representou a central no encontro, segundo ele “os trabalhadores é que pagarão a conta” pelas medidas de mudança nas regras do seguro-desemprego e de pensões por morte, anunciadas pelo governo Dilma em dezembro do ano passado. 


As centrais acreditam que outras medidas poderiam ser tomadas para não atingir a classe trabalhadora e denunciaram que “o Copom se reúne nesta quarta (21) e há indícios de que vão elevar a taxa de juros”, segundo o sindicalista “o que se economiza com estas medidas trabalhistas vai ser gasto com o pagamento dos juros”, disse.
A mobilização do dia 28 contará com paralizações, atos e assembleias nas diversas capitais do país. Para o cetebista esta atividade retoma o caráter de unidade das centrais, que farão atividades conjuntas em defesa da pauta trabalhista. Em São Paulo estão previstas ações nas portas das fábricas onde os trabalhadores seguirão para o Vão Livre do Masp, às 10 horas.  


Este grande ato do movimento sindical será precedido por uma coletiva de imprensa no dia 26 na sede da UGT, às 11 horas e reunirá os presidentes das centrais sindicais para detalhar as ações que ocorrerão no dia de luta. 
Ainda nesta segunda, ocorrerá uma reunião entre os sindicalistas e o governo, no escritório da Presidência da República na Avenida Paulista em São Paulo, às 17 horas.


O presidente da CTB, Adilson Araújo, estará presente e junto à CUT, CSB, FS, NCST e UGT deverá exigir aos ministros da Secretaria-Geral, Miguel Rossetto; do Planejamento, Nelson Barbosa; do Trabalho, Manoel Dias e da Previdência Social; Carlos Garbas a revogação destas medidas provisórias. 


Esta manifestação em janeiro é preparatória para a 9ª Marcha da Classe Trabalhadora que ocorrerá no dia 26 de fevereiro em São Paulo.



Fonte: Portal CTB - 19/01/2015