ATENDIMENTO É FALHO EM TENDA PARA PACIENTES COM SUSPEITA DE DENGUE

14/04/2015

Do G1 São Paulo

 
 

Cinco tendas para atender pacientes com suspeitas de dengue já deveriam estar funcionando segundo a Prefeitura de São Paulo, mas a estrutura ainda não está totalmente pronta para o atendimento em parte delas, conforme constatou reportagem do SPTV.

Segundo a Secretaria Municipal da Saúde, tendas no Jaraguá, no M’Boi Mirim e em Cidade Ademar já funcionam normalmente. Na de Cidade Ademar, porém a equipe de reportagem viu que médicos e enfermeiros não trabalhavam e apontavam como motivo disso a falta de uma máquina. Eles previam que o serviço será normalizado nesta quarta-feira (15) "inclusive com a máquina de exame rápido para apoio ao tratamento".

 

Segundo a secretaria, o atendimento está em fase de adaptação no local, mas é feito desde segunda. O atendimento é feito dentro da subprefeitura.

Outra tenda, a da Freguesia do Ó, na Zona Norte, passaria a funcionar nesta terça, segundo a Secretaria da Saúde. O serviço, porém, não estava à disposição por volta das 7h, conforme constatado pela reportagem. Em nota, a pasta afirma que o equipamento começou a funcionar às 8h30 e que conta com o atendimento de três médicos..

Apenas a UBS vizinha, na Vila Palmeiras, atendia as pessoas com suspeita de dengue. O local estava lotado pela manhã. A auxiliar administrativo, Ana Beatriz Félix conta tenta há uma semana descobrir se seu filho tem dengue.  “Ontem eu vim, e era duas horas em média para ser atendido. Hoje eu venho de novo e eles não têm pediatra”, disse nesta terça.

A secretaria diz que “a UBS Elísio Teixeira Leite (Jaraguá) possui cinco médicos generalistas, um clínico e um pediatra e a UBS/AMA Vila Palmeiras (Freguesia do Ó) atendem seis clínicos e um pediatra”. A nota acrescenta que “qualquer médico está habilitado para fazer o acompanhamento e tratamento de hidratação dos pacientes com dengue”.

Na tenda do Jaraguá, o aposentado Valter Marconi afirmava que não tinha médicos para prestar o atendimento na segunda-feira à noite. Voltou na manhã desta terça e foi atendido.

De acordo com a Prefeitura, o horário de atendimento das tendas é de segunda a sexta-feira, 8h00 às 18h00 (exceto a tenda da Brasilândia que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 18h00).

Funcionando
No Hospital Municipal do M’Boi Mirim, um espaço grande com leitos para hidratação já funciona normalmente.

Na tenda da Brasilândia, na Zona Norte, 858 pessoas com sintomas de dengue já foram atendidas. Cinco delas foram internadas, e duas estão com dengue hemorrágica.