ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DA CATEGORIA 03/2013

ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DA CATEGORIA 03/2013

Primeira Assembléia Geral de 03/2013

ATA DA ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DA CATEGORIA DO SINDICATO DOS SERVIDORES DO DEPARTAMENTO DE ESTRADAS DE RODAGEMDO ESTADO DE SÃO PAULO - SISDERESP, REALIZADA NO DIA 19/03/2013, NO AUDITÓRIO DA FESSP-ESP, SITO A RUA SILVEIRA MARTINS, 53 – 2º ANDAR – SÉ, SÃO PAULO-SP. Aos dezenove dias do ano de dois mil e treze, a Diretoria Executiva do Sindicato dos Servidores do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de São Paulo reuniu-se na Rua Silveira Martins, 53, terceiro andar, Sé (centro) São Paulo-SP, às 09 horas do dia dezenove de março de dois mil e treze, com a palavra o Presidente da diretoria executiva, Sr. Claudinei Aparecido Manea fez a abertura da Assembléia Ordinária e passou a palavra ao Diretor Intersindical que explanou como estão os macros sindicais, relatou alguns fatos que acontecem em nossa vida onde envolve toda sociedade e tudo conquistado desde 1870 com a revolução industrial, quando os conjuntos de transformações técnicas e econômicas caracterizaram a substituição de energia física pela energia mecânica, da ferramenta pela máquina e da manufatura pela fábrica no processo de produção capitalista, posteriormente expôs sobre lutas nas minerações onde os donos gastavam mais com seus animais que morriam mais rápido, foi quando os trabalhadores começaram a reivindicar seus direitos. Estamos a vinte e quatro anos com sindicato, discorreu sobre a data base, 1º de março e ainda não possuímos uma negociação. Com relação ao trabalho é obrigatoriamente haver dissídio coletivo, mas o servidor ainda não tem esse poder de negociação. Comentou sobre a regulamentação da 151 da OIT, no dia 7 de março a Presidente Dilma promulgou a ratificação. A pressão é muito grande, paralelo a isso temos muitos problemas com a CUT/ de dentro do governo é o braço forte do PT, vem lutando para quebrar o modelo sindical. A CUT tem outra visão sindical, acredita na pluralidade sindical, se estruturou dentro do governo com o Lula, dissemina outra forma de organização dos sindicatos, representando o associado não as categorias, lançaram através do ministro do trabalho uma tabela de categoria a qual é necessária definição que envolve iniciativa privada, economia e trabalhadores profissionais, o prazo para definição é até dia 27 de março de 2013. O DER tem varias categorias, como definir? Por função? Ou não? Dos 9.801 sindicatos registrados, apenas 2.665 não estão filiados a uma central sindical, ou seja, 27,19%. Pode-se dizer que hoje, apenas um em cada quatro sindicatos não optou ainda em afiliarem-se a uma central, CUT – 2.168 sindicatos filiados ou 22,12%, Força – 1.708 sindicatos filiados ou 17,43% UGT – 1.046 sindicatos filiados ou 11,2% NCST – 942 sindicatos filiados ou 9,61% CTB – 566 sindicatos filiados ou 8,9%. – Falou sobre a regulamentação da OIT 151, irão para Brasília duas pessoas para apoiar Secretário Executivo: José Henrique Paim Fernandes-Esplanada dos Ministérios em Brasília. Fez explanação sobre SPPrev e curso pela CEAESP. Ao fechar a apresentação o Presidente Claudinei Ap. Manea continuou a presidir a Assembleia, comentando sobre o CRI-Comissão de reorganização do Departamento de Estradas de Rodagem, os membros da comissão são Claudinei Manea, Svani Biagini, Eliana Tambelli, Eliane da Fonseca, Natalino Soares da Silva, Marlene, Rafael, Gloria, Rubens Cahin, Milton Nuti, pessoas da Fundap, duas pessoas representarão o projeto nas regionais. Comentou que com a reorganização do Hospital das Clinicas o quadro de servidores da CLT ficaram na vacância, o mesmo aconteceu com o IAMSP, portanto pensamos em colocar no projeto o DE/PARA. Aconselhou que necessitamos de união para quando o projeto chegar na Assembléia e for para o grupo de Gestão, o SUP estará visitando a Fazenda, e Casa Civil para continuidade dos trabalhos de reorganização do DER. Comentou sobre os desmandos dentro do DER , o trabalho escravo, os projetos inacabados, o MOC, a necessidades de engenheiros sênior, a proposta de contratação de funcionários do administrativo com grandes salários, o DER tem um orçamento muito grande, aproximadamente doze bilhões de reais e todos tem interesse em cuidar desse patrimônio, é necessário organização para não ficar na vala comum, o Governo precisa do servidor para tocar as rodovias,qual a motivação sem aumento? Como vamos passar o serviço?Quando o servidor estava em cima do caminhão espalhando asfalto, o que o DER fez?O presidente Claudinei comentou sobre a educação, a volta para escola, a força de vontade de vencer. Falou sobre uma nova forma de manifestação,através de faixas,banners, Informação referente a situação do servidor. Apresentoutodos diretores sindicais da Diretoria executiva e adjunta iniciando pelo Secretario Geral: Paulo Braga; Secretario Adjunto: Ester Daltio Cleto; Tesoureiro Geral: Marisa Stravino da Fonseca; Tesoureira Adjunta: Marly Carolina Nogueira, e o  Conselho Fiscal: Carmen Lucia Bin Mariano, Claudete Ribeiro Cavalli, Eliana Tambelli Pereira, Conselho Fiscal suplente: Adilson Rodrigues, Edson Adão, Roberto CamaraPretel. Foram discutidas e aprovadas, verbalmente a diretoria adjunta, para Diretor Intersindical Lineu Neves Mazano presente na assembléia, Diretor de Esporte, Cultura e Lazer Juemar José Passianoto ausente na Assembléia, Diretor de Saúde: Célio Geraldo de Almeida presente na assembléia, Diretor de Formação Sindical: Luis Carlos Navari presente na assembléia, Diretor de Patrimônio e Informática: Osvaldo Vieira Costa Valle ausente na assembleia, Diretor de Imprensa e Comunicação: Svani Andrea Biagini, Diretor Jurídico: Eliane da Fonseca ausente na assembleia.Em seguida discutiu o tema; Reestruturação: organograma aprovado em discussão cargos e salários procedimento em andamento, e os assuntos que incomodam os servidores como o corte da Insalubridade que já foram cessados cento e cinquenta e dois servidores da DR 20 onde o jurídico vem tomando  providências, ou seja, entrar com mandato de segurança, e cada caso é um independente. Bônus de resultado: está pronto, mas não sabemos quando vai pagar. Restaurante no departamento de estradas de rodagem e residências de conservação: algumas regionais os servidores estão usando restaurantes através de credenciamento, foi apresentado as unidades que já estão contempladas. Unidade móvel da diretoria está em fase de diálogo, nossa unidade móvel vai visitar regionais, é o sindicato mais perto do associado, para tanto se faz necessário a venda de um dos veículos do sindicato. Site, tem nova visualização, mais atrativo, com mais informações colocando o associado um passo a frente das ocorrências do mundo das rodovias, umas das novidades é a radio pião que vai fazer a integração DER e Associado, o novo cardápio vem facilitar a navegação. Está em projeto uma cartilha educativa que vai aproximar os associados e servidores ensinando de uma forma lúdica seus direitos e deveres para com a sociedade. Fez gráficos e escreveu sobre o PDI o a forma que o servidor vem perdendo dinheiro por não saber se avaliar,contou com a colaboração de toda Assembleia na aprovação da ATA a qual foi transferida a SISSTESP para SISDERESP, embora enquanto não encerrar o organograma da SISSTESP ainda o sindicato tem responsabilidades pela mesma.As Reuniões da Diretoria Executiva será cada vez em uma regional, a primeira a ser contemplada será DR11- Araçatuba no dia 09 de abril de 2013. Foi colocado o nome da Diretora Conselheira Fiscal Carmem Lucia Bim Mariano para representar o SISDERESP no Conselho de Administração do SPPREV. Todos os itens acima citados foram discutidos amplamente e aprovado por unanimidade por todos Delegados e Diretores presente.Sem mais nada a relatar essa vai assinada pela Diretoria Executiva.