As más condições do asfalto e da rotatória serão investigadas

As más condições do asfalto e da rotatória serão investigadas
ACESSO A SANTA TERESINHA - MP vai investigar trecho da SP-304
Por Adriana Ferezim
A precariedade do trecho está na berlinda dos procuradores

Crédito: Del Rodrigues

A precariedade do trecho está na berlinda dos procuradores

Terça-feira, 4 de abril de 2017
As más condições do asfalto e o uso da rotatória, em nível, da rodovia Geraldo de Barros (SP-304) no quilômetro 169, de acesso ao distrito de Santa Teresinha, serão verificados pelo Ministério Público. O promotor de Justiça do Patrimônio Público e Social de Piracicaba, João Carlos de Azevedo Camargo instaurou, no último dia 24 de março, inquérito civil a partir de denúncias formalizadas pelo vereador Laércio Trevisan Júnior (PR), para apurar as condições de conservação e uso da rotatória
De acordo com a portaria de instauração do inquérito, o promotor vai apurar as condições do trecho, que liga a rodovia à rua Nossa Senhora do Carmo. No documento, ele solicita informaçãos ao DER sobre as denúncias de que o trecho estaria com mato alto, placas de sinalização danificadas, ausência de sinalização de solo e asfalto irregular, com buracos e erosões.
De acordo com o vereador, os buracos foram recentemente tapados pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). “Cuidar dos buracos não é suficiente. O trecho precisa de recuperação total do asfalto”, comentou Trevisan Júnior. No documento, o promotor concede prazo de 30 dias para que o DER informe se há projeto para remodelação da rotatória.
Mulher capotou carro na Rodovia SP-304 em Piracicaba (Foto: Edijan Del Santo/EPTV)
No ano passado, o DER informou à Gazeta, que ainda estava em estudo o projeto de remodelação de toda a SP-304, desde a rodovia Anhanguera, em Americana (SP), até o início do trecho que está sendo duplicado - que, por enquanto, continua com as obras paradas - entre o distrito de Ártemis e São Pedro (SP).
Segundo o órgão, o projeto prevê recapeamento da pista, pavimentação dos acostamentos, implantação de dispositivos de acesso e melhorias na sinalização da SP-304. Os primeiros projetos para a remodelação dessa rodovia tiveram início pelo Governo do Estado, em 2013. Segundo o DER, adequações técnicas foram necessárias e um novo processo teve início.
As obras estão praticamente paradas; riscos de acidentes aumentam
O projeto, conforme informação anterior do DER, prevê o fechamento da rotatória e a construção de um trevo completo, em desnível (com viadutos) com acesso no cruzamento da rodovia SP-308 (Hermínio Petrin), com a SP-304, localizado a cerca de 200 metros da rotatória.
Acidentes
De acordo com o vereador Laércio Trevisan Júnior, é preciso rever imediatamente o sistema de tráfego desse trecho da rotatória, popularmente conhecida como do posto Bigaton. “Acontecem acidentes todas as semanas. Foi construído ao lado dela um condomínio com pouco mais de 1,1 mil apartamentos e não é possível que ela continue como está. O movimento no local é intenso”, comentou.
Ele espera que, a partir da instauração do inquérito, medidas possam ser tomadas para recuperar o local e dar mais segurança aos usuários. “Espero um Termo de Ajuste de conduta (TAC) entre o MP, o DER, e a Prefeitura. Enquanto a obra de remodelação não sai, a colocação de um semáforo seria suficiente para dar mais segurança”, comentou.
Para o vereador, a Prefeitura pode adotar a mesma atitude que tomou no trecho dessa rodovia, perto da ArcelorMittal. “Lá foi instalado um semáforo, com acesso à avenida Brasília, na Vila Industrial e a Prefeitura também recuperou o asfalto”, afirmou.